01/12/2010

Processos de Formação de Palavras


Há dois processos de formação de palavras: derivação e composição


1. DERIVAÇÃO

A derivação consiste na adição de afixos a uma forma de base (palavra já existente).
          Ex: encadernar, semicírculo, pré-escolar, chuvisco

As palavras derivadas podem ser:

Palavras Derivadas por Prefixação – processo de formação de palavras que associa um prefixo (afixo colocado no início da palavra) a uma forma de base.
          Ex: contratempo, antebraço


Palavras Derivadas por Sufixação – processo de formação de palavras que associa um sufixo (afixo colocado no final da palavra) a uma forma de base.
          Ex: florista, brasileiro


2. COMPOSIÇÃO

As palavras compostas resultam da junção de duas ou mais palavras, formando uma única palavra com significado próprio.
As palavras compostas podem ser:


Palavras Compostas por justaposição – as palavras estão ligadas por um hífen. Cada uma das palavras mantém a acentuação própria.
          Ex: abelha-mestra, amor-perfeito


Palavras Compostas por Aglutinação – a nova palavra resulta da união profunda dos elementos que a constituem. Subordina-se a um só acento, o do último elemento.
          Ex: pernalta (perna alta), embora (em boa hora)

No entanto, para além destes, há ainda que ter em conta:


3. NEOLOGISMOS

Neologismos são novos vocábulos que vão sendo criados de forma a dar resposta a novas descobertas, novas realidades, novos hábitos.
O neologismo pode obter-se através de diferentes processos. Eis alguns deles:


Estrangeirismos – palavras importadas directamente do léxico estrangeiro para designar objectos ou exprimir conceitos recentes que surgem na língua.
          Ex: skate, croissant, internet


Abreviaturas – para poupar tempo e espaço, encurtamos vocábulos longos ou de uso frequente.
          Ex: pág. (=página) foto (=fotografia) séc. (=século) metro (=metropolitano)


Siglas – a sigla é constituída pelas letras iniciais de um conjunto de palavras.
          Ex: TAP (Transportes Aéreos Portugueses) GNR (Guarda Nacional Republicana)


Acrónimos – o acrónimo é a palavra formada a partir da junção de uma ou mais letras de várias palavras. Pronuncia-se como uma palavra corrente.
          Ex: óvni (objecto voador não identificado)
               FENPROF (FEderação Nacional de PROFessores)


Onomatopeias – palavras que procuram imitar certos sons ou certos ruídos. Vários verbos e nomes que indicam vozes de animais têm origem onomatopeica.
          Ex: trrim, miau-miau, miar, zás, quá-quá, grasnar

PARA IMPRIMIR ESTE TEXTO, CARREGA AQUI.

5 comentários:

  1. Gosteii está muito bem explicadoo :)

    ResponderEliminar
  2. Gostei muito, ajudou-me imenso !!! :)

    ResponderEliminar
  3. muito bom! ajudou-me mesmo muito no estudo

    ResponderEliminar

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails